Como saber se a minha ideia de negcio vai dar certo?

Sou fundador da Homem Mquina, uma consultoria de design e tecnologia para negcios digitais. L somos procurados desde sempre por profissionais, empreendedores e executivos para criar, desenvolver e aprimorar um monte de sites e aplicativos desde 2010.

Passamos a maior parte dos ltimos anos questionando decises de estratgia, design e tecnologia dessas plataformas. So produtos digitais, projetos que tem objetivo especficos, visam resolver um problema e precisam ser construdos atendendo sempre um escopo, um prazo e um custo.

A maior dificuldade at aqui, por incrvel que parea, sempre foi a comunicao. Existem muitos interesses por trs desses projetos e nem sempre o cliente est no centro das decises.

Pense grande, mas comece pequeno

Eu aprendi o conceito de pensar grande, mas comear pequeno vem do clssico livro A Startup Enxuta (Eric Ries, 2012). No adianta definir o escopo do seu projeto sem antes responder uma pergunta primordial para o sucesso de projetos digitais: Voc resolve um problema?

Entender o mercado e o pblico o qual seu projeto est sendo criado essencial para reduzir riscos na sua execuo e isso acontece antes de tudo. Antes de pensar em design, em tecnologia e at mesmo nos seus fornecedores. Se antecipar das reaes do mercado e recolher o mximo de informaes sobre a expectativa das pessoas que vo utilizar seu produto deve ser seu primeiro objetivo de projeto - mas sem demora.

Sua ideia no vale nada

Tudo pode comear com uma ideia, mas a ideia apenas uma viso baseada na sua experincia pessoal, uma oportunidade de atuao ou at um insight que voc teve a partir de alguma observao do comportamento das pessoas, do movimento do mercado ou conectando possibilidades entre novas tecnologias e novos cenrios.

Essa viso pessoal e baseada em suas experincias. Ideias baseadas em percepes pessoais so ideias sem validao do mercado e este o primeiro alerta que fazemos aos clientes que nos procuram para criar uma nova ferramenta ou soluo. preciso ter muito cuidado com o tempo e o esforo que ser investido em uma ideia que ainda no est validada e sua validao deve ser construda em pesquisa e fatos.

Em "Previsivelmente Irracional" (2008), um dos mais recentes estudos sobre limitao da racionalidade, Dan Ariely compromete-se a demonstrar que somos seres irracionais quando se diz respeito a tomada de decises e construo de modelos de hipteses. Naturalmente vamos enviesar nossas ideias. Seus estudos relacionam-se com a psicologia ao tentar compreender como as emoes influenciam fundamentalmente toda deciso econmica que tomamos. Assim, dentro da limitao da racionalidade, a soluo final sempre vai representar uma escolha satisfatria, mas no a ideal.

A companhia de informaes sobre investimentos CB Insight descobriu que 70% das startups vo a falncia. Entre as empresas financiadas por meio de crowdfunding, o ndice ainda maior: 97%.

A CB analisou uma amostra de startups que faliram com o intuito de traar um panorama e identificar em que ponto os fundadores e os investidores erraram. O infogrfico seguinte mostra as 20 principais razes que levam as startups a quebrar.

A primeira posio ocupada pela falha de produtos e servios em atender a uma necessidade de mercado, apontadaem mais de 40% dos casos. No topo da lista tambm podemos encontrar motivos como no ter a equipe certa, ser superado pela concorrncia, produto pobre e ignorar consumidores.

fonte: Forbes

Aprender rpido sobre seu pblico, seus problemas e o segmento ser determinante para o sucesso da sua ideia, inclusive, esse processo de pesquisa e preparao em muitos casos pode fazer sua ideia ser contestada em pouco tempo (E isso timo!). Pesquisar e conhecer o mximo sobre o seu segmento melhor maneira de reduzir riscos e garantir que seu produto vai ter mais chances de dar certo.

O resto mtodo cientfico (No h receita de bolo): Elaborar hipteses, testar, aprender, comear tudo de novo..

Quer mais code & design? Siga-me no Twitter @richardbarros

Faça um comentário

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>